Como fazer um texto dissertativo-argumentativo para a redação do Enem

0
424

Uma boa nota na redação do ENEM é o que espera alcançar nossos estudantes no próximo domingo, em busca de acesso ao ensino superior e a programas governamentais de apoio aos universitários.

O passo mais importante está na estrutura do texto, a chamada estrutura Dissertativa-Argumentativa, exigida pelo Ministério da Educação e que abrange:

  • Introdução (tema – assunto, tese – ponto de vista, citação de argumentos);
  • Desenvolvimento (explicação e análise de argumentos, segundo a ordem disposta na introdução);
  • Conclusão (reforço da problemática e apresentação da proposta de intervenção: solução, isto é, o que poderá ser feito a respeito e quais pessoas, órgãos e entidades poderão solucionar o problema).

Isso, se não cumprido, poderá desclassificar a sua redação, portanto, redija dentro dessa técnica, ou seja, nos limites estruturais proposto.

Ao receber o seu caderno de prova, comece pela redação. Depois de tê-la escrito, na folha de rascunho, espere um pouco para corrigi-la, assim com mais tranquilidade, você poderá encontrar “erros” não percebidos ao redigi-la, por exemplo: dúvida se a palavra está escrita corretamente, troque-a por uma palavra sinônima. Troque por sinônimos repetições de uma mesma palavra ao longo do seu texto.

O período ficou muito longo, cansativo para quem vai ler? Torne-o mais simples e mais curto, melhorando também a pontuação. E cuidado com a letra ilegível, lembre-se que outras pessoas irão ler o seu texto.

Após a sua correção, ao passar a limpo o seu texto, na folha oficial, escreva devagar e passe um parágrafo de cada vez, relendo, para evitar trocar parágrafos ou linhas e esquecer de escrever alguma palavra.

Ao deparar com o tema da redação, não fique com “cara de paisagem” ou olhando para o teto da sala. Leia e releia a proposta apresentada, os textos motivacionais ou textos que possam abordar o assunto ao longo da prova de Língua Portuguesa (você já sabe que não pode copiar trechos de textos).

É como se você chegasse em uma roda de amigos e perguntasse: “Sobre qual assunto vocês estão conversando?” Ouvisse a opinião de cada um e depois, tranquilamente, desse a sua opinião, concordando ou discordando, mostrando o lado positivo ou negativo sobre a questão discutida. Quando expomos o que pensamos a respeito de determinado assunto ou problema (ponto de vista), para defender nossas ideias usamos argumentos, a fim de convencer aquele que nos ouve e explicamos o porquê de cada um deles; e ainda apontamos soluções e dizemos quem poderá resolvê-las. Isso é uma dissertação-argumentativa oral, basta torná-la escrita.

A introdução (primeiro parágrafo), escreva-a no máximo em cinco linhas. Nela deverá conter a abordagem do tema, tese e citação de pelo menos dois argumentos.

O desenvolvimento, faça-o em dois parágrafos (segundo e terceiro), explicando os dois argumentos da introdução, ou seja, cada parágrafo tratará de apenas um argumento em ordem sequencial (atenção para a coesão e coerência).

No último parágrafo, dedique-se a conclusão e à proposta de intervenção.

Adivinhar o tema de redação do ENEM é um sonho de todo estudante. Na impossibilidade disso, estude, pesquise, leia e busque opiniões diferentes, forme a sua e veja as colocações feitas pelo Ministério sobre as mudanças para a Redação do ENEM 2019. Respeite o tema pedido na frase-tema, não escreva de forma abrangente (delimite) e apresente a proposta de intervenção de forma concreta e completa.

Muita luz divina no momento da escrita do seu texto, muita calma, paciência e atenção aos mistérios gramaticais da nossa Língua Portuguesa; e para descontrair, lembre-se que a “caneta” do ENEM não é “azul” e sim, preta, transparente.

Em Buritis, três escolas sediarão a primeira etapa das provas do ENEM no próximo domingo (3), são as Escolas Estaduais: Argemiro Antônio do Prado, Anália Carneiro dos Santos e José Gomes Pimentel. Esta primeira fase terá aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação, Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Cerca de 250 alunos do ensino médio estão inscritos, além de outros candidatos que não estão cursando o ensino médio. Os portões serão abertos às 12h, com fechamento às 13h e início das provas às 13h30. O término das provas do primeiro dia será às 19h.

Boa prova!

 

 

Marília de Dirceu Lopes Campos é professora de Língua Portuguesa, Graduada em Letras e Pós-Graduada em Língua Portuguesa pela UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora.

Deixe uma resposta