CREAS – Taboquinha realiza ação de Conscientização da Violência Contra o Idoso

0
621

No dia 15 de junho é celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa e o CREAS – Taboquinha, realizou ações em três pontos da cidade para celebrar a data e conscientizar. Este mês é celebrado o Junho Violeta que trata do mesmo tema, de dignidade e respeito com a pessoa idosa.

Em um ponto da rua Ceará, próximo da Lotérica, uma equipe do CREAS deu informações e distribuiu chaveiros de coração em troca de abraços. Na avenida Bandeirantes próximo ao Supermercado AZM, uma outra equipe distribuía flores artesanais em troca de abraços. Muitas pessoas que passavam tiraram um minuto do seu tempo para abraçar e saber mais sobre a data celebrada.

No terceiro ponto, na avenida Bias Fortes próximo ao Supermercado Ki Carnes, foram entregues bombons em troca de abraços. Todas as ações foram recebidas com muito carinho por quem passava por estes locais.

Equipe CREAS em ação na cidade / Foto: Monique Rodrigues

Para Elizabeth Alves, Assistente Social do CREAS – Taboquinha, “a conscientização é o melhor trabalho a ser feito, a fim de trazer a público este problema e informar a população sobre os canais que existem para tratar os casos de violência contra o idoso. Esta data serve para conscientizar a população a cuidar bem dos nossos idosos, todos nós temos idosos em casa ou na família, que devem ser amados, respeitados e tratados com atenção e cuidado”.

“O respeito e o cuidado com a pessoa idosa é um dever de todos e a maioria dos abusos e violência são provocados por familiares ou pessoas próximas a ele, ficando o mesmo com vergonha ou medo de denunciar. O objetivo de ações como esta é chamar a atenção para os diferentes tipos de violência contra o idoso e levar a conhecimento da população a importância de denunciar”, relatou Larissa Carneiro Pimentel, Coordenadora do CREAS – Taboquinha.

Ação do Dia de Conscientização da Violência contra o Idoso

Segundo Gabriela Lopes, Psicóloga do CREAS, “a maior importância de ações como esta é a conscientização da população, que em muitos casos desconhece os diferentes tipos de violência contra o idoso e a ideia é levar a conhecimentos de todos, com o propósito de oferecer ajuda às vítimas e diminuir os casos no município”. Em Buritis, cerca de dois casos de violência contra o idoso chegam por semana até o CREAS.

A violência contra a pessoa idosa é crime, grave violação aos direitos humanos e pode se manifestar de várias formas, como no abandono, na violência financeira ou material, física, sexual, psicológica e de negligência.

O CREAS presta total assistência nestes casos e as denúncias podem ser feitas de forma anônima através do DISQUE 100, ou no telefone do CREAS (38) 3662-3063 e do Conselho Municipal do Idoso no (38) 3662-3953.

FONTE: Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS/Taboquinha

FOTOS: Gilberto Valadares e Monique Rodrigues Lopes

 

Deixe uma resposta