Buritis recupera sua participação no ICMS de Patrimônio Cultural

0
350

O Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais publicou no dia 20 de junho, a lista dos municípios participantes do Programa do ICMS de Patrimônio Cultural. Buritis que não participava das ações desde 2012 voltou a participar em 2018 e neste ano de 2020 irá receber os recursos destinados para realização de eventos culturais.

De acordo com Gisele Rodrigues, Coordenadora da Casa da Cultura em Buritis, em 2017 foram retomados os trabalhos, após a criação e posse do Novo Conselho de Patrimônio Histórico e Cultural de Buritis. “Em 2017 Buritis recebeu R$13.015,67. Este valor diz respeito apenas aos repasses federais e estaduais, uma vez que o município não realizava ações de gestão de Patrimônio”, afirmou Gisele Rodrigues.

Segundo Gisele, as ações do Patrimônio Cultural resultam em verbas financeiras após dois anos do envio de documentos. Em 2018 foram enviados os documentos exigidos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural, a análise foi feita em 2019 e a previsão é de que o município receba aproximadamente R$ 90.000 de ICMS de Patrimônio Cultural ao final de 2020.

O valor da verba para cada município depende da pontuação alcançada, pontuação adquirida conforme a realização e apoio a projetos e eventos culturais, como cavalgadas e festas tradicionais. Em 2017 a pontuação de Buritis era de 0,60 pontos, este ano Buritis alcançou uma pontuação de 5,39 pontos.

A participação do município já está assegurada em 2021 e as ações para que Buritis continue a participar em 2022, já estão sendo planejadas, relata Gisele Rodrigues.

Os membros do Conselho de Patrimônio Histórico e Cultural de Buritis são:

  • Gisele Rodrigues – Presidente
  • Adair Rosa de Melo – Vice-presidente
  • Valeska Prisco – 1ª Secretária
  • Marcilei Farias Silva – 2º Secretário
  • Claudete Machado – Conselheira
  • Luan Alves Cordeiro – Conselheiro

Deixe uma resposta