Curso Cuidados Básicos com o Idoso capacita pessoas em Buritis

0
492

Buritis recebeu o curso Cuidados Básicos com o Idoso, realizado pelo SENAR Minas em parceria com o Sindicato Rural, Casa da Cultura e Polo Universitário. Ao todo, nove alunas realizaram 40 horas de aprendizado prático. O curso que foi direcionado para atender o produtor rural e seus familiares, começou segunda-feira e terminou nesta sexta-feira (4) no Polo Universitário.

Diferentes temas foram abordados, desde habilidades básicas sobre segurança e Estatuto do Idoso, como habilidades específicas sobre higiene pessoal, alimentação, adaptações do ambiente, procedimentos básicos de emergência em domicílio, medicação, vacinação e outros.

Para a Chefe de Departamento da Casa da Cultura, Maria Gisele da Penha Rodrigues, “O curso foi ministrado com aulas práticas para aperfeiçoar o aprendizado das participantes e prepará-las para ter inteligência emocional e cognitiva. O dia do idoso é celebrada no dia 1° de outubro, data que merece ser lembrada, reconhecida e comemorada com muito entusiasmo, carinho e respeito. Encerramos esse curso com grande sucesso.”

Curso Cuidados Básico com o Idoso oferecido pelo SENAR

“Realizar o curso em Buritis favorece a execução do trabalho, pois tivemos parcerias que nos deram espaço e condições, que facilitaram o desenvolvimento das atividades e ajuda no aprendizado, com as alunas se sentindo acolhidas e à vontade para realizar as técnicas. Isso facilita o conhecimento e gera um resultado de qualidade, com melhor desempenho no trabalho. As alunas têm perfil, tem idosos na família e a interação entre o grupo foi muito boa”,  relatou a Instrutora Letícia Tupinambás Silva.

Para as alunas o curso veio para somar, “O curso foi muito bom para abrir novos horizontes, um aprendizado valioso, porque saber não ocupa espaço, com técnicas a serem colocadas em prática e uma atenção voltada para o idoso”, disse Eleuza D’Arc Magalhães.

Curso Cuidados Básicos com Idoso em Buritis

“Para mim foi muito bom, há dois meses perdi meu pai e talvez se eu tivesse tido esse curso e essa experiência antes, teria ajudado mais, e como trabalho com uma pessoa idosa, saberei orientar melhor com todo o conhecimento adquirido. Aprendi tantas coisas, que talvez já sabia mas estava enterrado, faltava praticar as técnicas, e com certeza agora ajudarei bem mais do que antes”, Sônia de Fátima Gomes.

De acordo com Letícia Tupinambás, o principal objetivo é colocar em prática o aprendizado recebido e possibilitar aos idosos qualidade de vida, podendo usufruir de um envelhecimento fisiológico, que contribui para o aumento da expectativa de vida do brasileiro.

Deixe uma resposta